Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Raquitismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Raquitismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
2.8 (55.24%) 42 vote[s]

Raquitismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devem fica atento. Além disso, o Raquitismo é uma condição que afeta o desenvolvimento dos ossos em crianças. Isso faz com que os ossos se tornem suaves e fracos, o que pode levar a deformidades ósseas. Então, entenda tudo sobre Raquitismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos:

RaquitismoO que é Raquitismo: O Raquitismo é uma enfermidade que surge após um processo de mutação experimentado pelos ossos infantis, ainda em desenvolvimento, decorrente da ação incorreta de substâncias minerais no campo ósseo. Esta modificação deixa os ossos das crianças mais frouxos e, portanto, frágeis, o que pode causar lesões e deformações.

Causas do Raquitismo: A Vitamina D ajuda o corpo a controlar apropriadamente os níveis de Cálcio e fosfato. Se os níveis sanguíneos destes minerais tornam-se muito baixo, o corpo pode produzir hormônios que causam a liberação de Cálcio e Fósforo dos ossos. Isto leva a ossos fracos e moles.

A Vitamina D é absorvida a partir dos alimentos ou pode ser produzido através da pele quando exposta à luz solar. Falta de produção de Vitamina D pela pele pode ocorrer em pessoas que:

  • Vivem em climas com pouca exposição à luz solar
  • Têm que ficar dentro de casa
  • Trabalham dentro de casa durante o dia
  • Você não pode obter quantidade suficiente de Vitamina D.

Sintomas do Raquitismo: Os Principais Sintomas do Raquitismo são:

  • Deformidades dos ossos e dos dentes.
  • Hiperexcitabilidade neuromuscular.
  • Irritabilidade.
  • Hiperatividade.
  • Baixa estatura.
  • Sudorese abundante na cabeça.
  • Tetania.
  • Convulsões.
  • Rosário raquítico (protuberâncias na caixa torácica).
  • Fontanela ampla.
  • Atraso na erupção dos dentes ou defeitos na estrutura deles.
  • Fraqueza e hipotonia muscular.
  • ossos que se quebram facilmente.
  • Braços e/ou pernas arqueadas, deformidades na coluna.
  • Doenças respiratórias de repetição, etc.

As radiografias de uma criança com Raquitismo avançado mostrarão as pernas arqueadas e um peito deformado. O crânio assume a aparência de “cabeça-quadrada”. No longo prazo, acontecem curvaturas permanentes dos ossos longos e escoliose (costas curvadas).

Como Prevenir o Raquitismo: O distúrbio pode ser corrigido pela reposição da Vitamina D e dos minerais faltantes. A academia Americana de Pediatria aconselha que bebês que estejam sendo alimentados exclusivamente pelo aleitamento recebam diariamente suplementos de Vitamina D até que eles comecem a tomar uma fórmula ou um leite fortificado com aquela vitamina.

Pacientes com distúrbios renais devem dosar regularmente os níveis de Cálcio e Fósforo séricos e usar complementos desses minerais quando necessário.

Tratamento do Raquitismo: Algumas patologias podem levar ao Raquitismo e necessitam ser avaliadas e tratadas. Quando este é provocado pelos fatores já mencionados acima as medidas para o tratamento consistem basicamente em uma boa alimentação e na exposição devida ao sol.

Níveis aumentados de Fósforo, de fosfato e de Vitamina D podem ser administrados. A exposição solar precisa ser feita antes das 10 horas da manhã ou após as 16 horas da tarde. Alimentos como azeite de oliva devem ter o seu consumo estimulado, pois são excelentes fontes de Vitamina D.

A reposição da Vitamina D auxilia na correção do Raquitismo, quando realizada em associação à terapia de luz ultravioleta, por exemplo. Outros métodos já vêm sendo utilizados com sucesso e grande parte dos casos possui um prognóstico positivo. É importante consultar frequentemente um profissional e investigar o estado de saúde do bebê. Em muitas situações ele pode não estar recebendo a quantidade necessária de Cálcio, necessitando, portanto, de um leite mais fortificado.

Diante dos sinais não hesite em procurar por ajuda. O tratamento do Raquitismo pode melhorar consideravelmente a qualidade de vida da pessoa. Além disto, ajuda a prevenir uma série de complicações posteriores. Todos os bebês precisam de doses diárias de sol, converse com um médico para mais informações.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.