Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Plagiocefalia – O que é, Causas e Tratamentos

Gostou do post? Avalie!

Plagiocefalia – O que é, Causas, e Tratamentos adequados para esta condição. Além disso, A Plagiocefalia é o termo médico que designa uma assimetria da cabeça, com “achatamento” da parte posterior do crânio de um dos lados. Com uma estimativa de que 12 em cada 100 bebês nascem ou desenvolvem algum tipo de assimetria craniana, a Plagiocefalia Posicional, apesar de comum, ainda representa um caso de diagnóstico difícil tanto pelos pais quanto pelos próprios pediatras.Plagiocefalia

Oque é Plagiocefalia: De nome complicado, a Plagiocefalia Posicional é um tipo de deformidade craniana que, quando não tratada, pode gerar complicações estéticas e até mesmo funcionais dos órgãos localizados na cabeça. O problema pode ocorrer por conta do posicionamento intra-uterino, parto mais complicado e gestação de gêmeos. Após o nascimento, a assimetria é perpetuada pelo apoio viciado em uma região da cabeça, seja pelo posicionamento do bebê na hora de dormir ou pelo torcicolo congênito.

De acordo com pesquisa feita pela Harvard Medical School, em Boston, Massachusetts, 12% das crianças saudáveis nascem com algum tipo de assimetria. Destes 12%, aproximadamente 3% merecem algum tipo de intervenção, seja cirúrgica ou não. Além disso, 54% das crianças gêmeas também nascem com assimetrias.

Apesar de não causar nenhum dano cerebral, a Plagiocefalia Posicional também pode ocasionar problemas com o fechamento da mandíbula, desalinhamento dos olhos e orelhas. Mas calma mãe, o problema tem solução!Plagiocefalia

 Causas da Plagiocefalia: Os ossos do crânio de um bebê recém-nascido são macios, finos e flexíveis, por isso é que a forma pode variar facilmente.

Os recém-nascidos com Plagiocefalia muitas vezes têm cabeças com formas estranhas, isso se deve à posição que tinham no útero durante a gravidez, ou pela passagem da criança pelo canal vaginal durante o parto. Normalmente, esse problema desaparece sozinho em 6 semanas de idade.

É importante destacar que se a cabeça do bebê com Plagiocefalia não voltou à sua forma normal quando completam os dois meses de idade, é preciso consultar um especialista.

Por outro lado, alguns bebês Plagiocefalia podem ter uma área achatada na parte traseira ou lateral da cabeça, o que se deve ao fato de que a criança passa muito tempo na mesma posição. Esta anomalia é chamada Plagiocefalia deformacional.

Existem diferentes graus de Plagiocefalia deformacional, a mais grave se origina pela carência de tônus muscular, o que está fortemente relacionado com o desenvolvimento das habilidades motoras na infância.Plagiocefalia

Tratamentos Para Plagiocefalia: Observe sempre a cabecinha do seu bebê, exatamente como faz com as demais partes do corpo – posicione o bebê de frente para você, de frente para o espelho, de perfil e observe também o topo da cabeça. Olhando para o bebê por estes ângulos, fica fácil de identificar se o desenvolvimento acontece da maneira correta ou se é necessário fazer algum tipo de prevenção;

  • Caso detecte algum tipo de deformidade na cabeça do bebê, a chamada Plagiocefalia Posicional, adote algumas medidas preventivas que podem reverter o quadro. A primeira delas é tentar posicionar o bebê, principalmente na hora de dormir, do lado contrário àquele da deformidade. Trata-se, realmente, de um trabalho árduo, que deve envolver toda a família, uma vez que o bebê certamente vai mudar sua posição durante o sono, preferindo sempre o apoio no lado da cabeça que já apresenta deformidade;
  • É muito mais fácil supervisionar o sono do bebê durante o dia. À noite, para que o bebê não se vire para o lado em que a cabeça apresenta alguma deformidade, coloque apoios em suas costas. Aqueles rolinhos ou travesseiros auxiliam nessa tarefa.
  • O reposicionamento também vale para a hora da alimentação. Se o bebê ainda é amamentado pela mãe, no peito, é importante que ela altere a posição de apoio da cabeça do bebê durante cada mamada;
  • Pergunte ao pediatra se o bebê apresenta torcicolo congênito. Crianças com esse tipo de problema, normalmente tem predileção por virar o pescoço sempre para o mesmo lado, o que contribui para a Plagiocefalia Posicional. Caso o bebê seja diagnosticado com o torcicolo, as atividades com fisioterapeuta serão decisivas para a correção das deformidades na cabeça;
  • Na hora de dormir: posicione o berço do bebê de maneira que ele receba estímulos de posições bem variadas. Há inúmeros casos de quartos de bebês em que o berço fica encostado em uma parede branca e todos os estímulos sonoros e visuais acontecem do lado contrário. O bebê certamente terá uma predileção por virar a cabeça na direção dos estímulos e ficará mais tempo apoiado em um mesmo lado da cabeça. Uma alternativa pode ser alternar a posição do bebê no berço, como por exemplo, uma vez você o coloca na posição normal e de outra vez você o coloca deitado com a cabecinha virada para os pés da cama, assim você terá trocado o ponto de apoio da cabeça sem mexer no quarto inteiro;
  • Não deixe o bebê por horas na cadeirinha ou bebê conforto. A movimentação da criança fica limitada e as chances de que ele apoie sempre o mesmo ponto da cabeça são enormes;
  • Sempre que possível opte por carregar o bebê de forma que a cabeça não permaneça muito tempo apoiada no mesmo local. Os famosos cangurus ou slings são bastante eficientes nesses casos;
  • Na hora do banho, observe se não utiliza sempre os mesmos pontos de apoio e faça o reposicionamento sempre que puder;
  • Sempre que possível e, claro, com supervisão, coloque o bebê para brincar de barriga para baixo. Nessa posição, além de não apoiar a cabeça, a criança ainda fortalece a musculatura do pescoço.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.