Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Osteoporose – O que é, Causas e Tratamentos

Gostou do post? Avalie!

Osteoporose – O que é, Causas e Tratamentos que todos devemos saber. Além disso, a Osteoporose geralmente surgem a partir dos 45 anos de idade, sendo mais comum nas mulheres após a menopausa e em homens depois dos 65 anos de idade. A Osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição da resistência dos ossos, aumentando o risco de fraturas, principalmente das vértebras, do osso da coxa e do punho, no entanto, pode ocorrer em todas as partes do corpo. No entanto, diagnosticar a doença é preciso fazer uma densitometria óssea, que é um exame que serve para averiguar se um indivíduo possui perda de massa óssea.

OsteoporoseAo contrário do que muitos pensavam, a osteoporose não se deve somente à carência de cálcio no organismo, mas sim uma forma mais grave da osteopenia, que representa uma má distribuição do cálcio no organismo. A doença é responsável por uma redução considerável da densidade dos ossos, deixando-nos mais frágeis e ao paciente mais suscetível de fraturas. Então, confira agora  Osteoporose – O que é, Causas e Tratamentos:

O que é Osteoporose: Osteoporose é uma doença metabólica, sistêmica, que acomete os ossos. A prevalência da Osteoporose, acompanhada da morbidade e mortalidade de suas fraturas, aumenta a cada ano. Estima-se que com o envelhecimento populacional na América Latina, o ano de 2050, quando comparado a 1950, terá um crescimento de 400% no número de fraturas de quadril para homens e mulheres entre 50 e 60 anos, e próximo de 700% nas idades superiores a 65 anos.

Estima-se que a proporção da Osteoporose para homens e mulheres seja de seis mulheres para um homem a partir dos 50 anos e duas para um acima de 60 anos. Aproximadamente uma em cada três mulheres vai apresentar uma fratura óssea durante a vida.

Principais Causas da Osteoporose: Nós temos no corpo células responsáveis pela formação óssea e outras pela reabsorção óssea . O tecido ósseo vai envelhecendo com o passar do tempo, assim como todas as outras células do nosso corpo. O tecido ósseo velho é destruído pelas células chamadas osteoclastos e criados pelas células reconstrutoras, os osteoblastos. Esse processo de destruição das células é chamado de reabsorção óssea, que fica comprometido na Osteoporose, pois o corpo passa a absorver mais osso do que produzir ou então não produzir o suficiente. Alguns problemas podem interferir na formação dos ossos:

Os Principais Sintomas da Osteoporose: A Osteoporose é uma doença silenciosa, que dificilmente dá qualquer tipo de sintoma e se expressa por fraturas com pouco ou nenhum trauma, mais frequentemente no punho, fêmur, colo de fêmur e coluna. Outros sintomas que podem surgir com o avanço da doença são:

  • Dor ou sensibilidade óssea :
  • Diminuição de estatura com o passar do tempo:
  • Dor na região lombar devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral:
  • Dor no pescoço devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral:
  • Postura encurvada ou cifótica:

Tratamento de Osteoporose: A Osteoporose é de cura difícil, quase impossível. No entanto, pode-se fazer da primeira fratura a última, ou então evitar qualquer lesão. Se você tem uma perda óssea importante, o tratamento pode impedir o agravamento, mas não irá eliminar a doença. Os objetivos do tratamento da Osteoporose são controlar a dor, retardar ou interromper a perda óssea e prevenir fraturas. A escolha do tratamento irá depender da causa da Osteoporose – se por excesso de reabsorção óssea ou por criação de massa óssea deficiente – e de outras doenças associadas.

Medicamentos: Existem várias medicações indicadas para o tratamento da Osteoporose, que individualizadas a cada caso. Quando diagnosticada, a Osteoporose tem uma ou outra indicação de medicamento, a depender da gravidade ou das causas secundárias. Alguns medicamentos comuns usados do tratamento da Osteoporose são.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.