Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Os 5 Tratamentos Para Ceratose Actínica

Os 5 Tratamentos Para Ceratose Actínica
2 (40%) 1 vote[s]

Os 5 Tratamentos Para Ceratose Actínica são simples no entanto, muito eficazes para acabar com a Ceratose Actínica. Além do que, uma Ceratose Actínica (CA), também conhecida como Ceratose solar, é uma formação (lesão) escamosa ou crostosa.

Aparece mais frequentemente no roso, nas orelhas, nos lábios, no dorso das mãos, no antebraço, nos ombros, no colo, no couro cabeludo ou em outras áreas do corpo expostas frequentemente ao Sol. Em geral, usa-se o termo “Ceratoses”, no plural, pois raramente há apenas uma lesão.Tratamentos Para Ceratose Actinica

Inicialmente, as CAs são tão pequenas que é mais fácil reconhecê-las pelo tato do que pela observação. Ao palpá-las, a sensação é parecida com a de passar o dedo em uma lixa. Muitas vezes, há mais lesões invisíveis (subclínicas) do que visíveis na superfície da pele.

Em sua maioria, as CAs se desenvolvem lentamente e atingem um tamanho que varia de um oitavo até um quarto de uma polegada. A maior parte é avermelhada, mas algumas podem ser de cor café claro ou escuro, rosadas, ter uma combinação de todas essas cores ou até mesmo ser da cor da pele. Ocasionalmente, provocam coceira ou ardor, sensibilidade ou dor. Também podem inflamar e enrijecer. Raramente, a Ceratose Actínica também pode sangrar. Caso você tenha Ceratose Actínica, isso significa que tem dano solar, e pode desenvolver qualquer tipo de câncer de pele – não apenas o carcinoma de células escamosas.

Causas da Ceratose Actínica: A Ceratose Actínica resulta de longa exposição cutânea ao sol. Acomete, assim, áreas de maior exposição solar como: face, região do calvo, membros superiores, colo e mãos. Qualquer pessoa pode ter dano cutâneo solar, mas indivíduos de pele mais claras, que se queimam facilmente quando expostos ao sol e uso de câmaras de bronzeamento artificial, têm maior risco para desenvolver Ceratose Actínica. Pessoas com imunidade baixa, como os transplantados de órgãos, também apresentam maior risco.

Sintomas da Ceratose Actínica: Os sintomas da Ceratose Actínica podem ser:

  • Lesões na pele, principalmente na face, braços e couro cabeludo;
  • Coceira e aumento de sensibilidade na pele;
  • Dor na região afetada.

As lesões da Ceratose Actínica podem variar entre avermelhadas, escurecidas, duras, descamativas, mais elevadas ou ásperas. A Ceratose Actínica atinge em maior proporção pessoas de pele clara, pois tem pouca pigmentação e começam a aparecer na meia idade.

Fatores de Risco Para o Ceratose Actínica: Os fatores de risco para a Ceratose Actínica incluem:

  • Exposição solar excessiva
  • Envelhecimento
  • Contato com carvão, piche, alcatrão de hulha, inseticida, coalhar e hidrocarbonetos.

Tratamentos Para Ceratose Actínica: Todos os casos de Ceratose Actínica devem ser tratados. Há medicamentos tópicos que podem eliminar a lesão. Eles podem ser combinados a outros tipos de terapias ou procedimentos quando necessário. Abaixo, algumas opções utilizadas nos Tratamentos Para Ceratose Actínica:

Medicamentos Tópicos Para Ceratose Actínica:

  • 5-Fluoracil (5-FU): tratamento tópico mais utilizado para a Ceratose Actínica, é eficaz também em lesões subclínicas (ainda não evidentes). Geralmente, as lesões ficam inflamadas durante seu uso, mas, normalmente, se curam em 2 a 4 semanas. Raramente deixa cicatrizes.
  • Imiquimod em creme: age estimulando o sistema imune para produzir interferon, um agente químico que destrói além das lesões pré-cancerosas, alguns cânceres de pele superficiais. Apesar de ser bem tolerado, algumas pessoas podem apresentar vermelhidão, ulcerações e dor durante o tratamento. Tende a cicatrizar de forma espontânea, ou eventualmente com auxílio de outros medicamentos.
  • Ingenol-mebutato em gel: mais recente dos tratamentos tópicos liberados no Brasil, é uma outra opção terapêutica que tem efeito citotóxico sobre as células neoplásicas. Tem a vantagem de serem necessárias poucas aplicações (2 a 3 dias de uso). Porém, assim como os supracitados, pode apresentar efeitos adversos locais.
  • Diclofenaco com ácido hialurônico em gel: outra opção terapêutica, porém sem apresentação comercial no Brasil. É uma alternativa para as pessoas que são hipersensíveis aos tratamentos tópicos mais destrutivos. Geralmente, o tratamento tende a ser mais prolongado e com menos eficácia.

Criocirurgia: Aplica-se nitrogênio líquido com um dispositivo spray congelando as lesões (196°C negativos). Este método não necessita de anestesia e é bem tolerado. As lesões viram crostas e caem após alguns dias. Podem ocorrer vermelhidão e inchaço local após o tratamento. Alguns pacientes podem desenvolver uma mancha branca permanente no local.

Peeling Químico: Aplica-se um ácido sobre a pele afetada pela Ceratose Actínica, por exemplo, tricloroacético (ATA). As camadas superiores se desprendem e, em geral, se regeneram em sete dias. A técnica pode causar irritação temporária. É aplicado pelo médico em consultório e pode ser feito também pontualmente nas lesões.

Laser: Penetra e cauteriza o tecido com Ceratose Actínica, sem provocar sangramento. Utilizado mais frequentemente para lesões em áreas pequenas ou restritas, mas pode necessitar de anestesia local ou ocorrer perda de pigmentação definitiva.

Terapia fotodinâmica (PDT): Consiste na aplicação de um creme nas áreas afetadas pela Ceratose Actínica, ácido aminolevulínico (ALA) ou metil-aminolevulínico (MAL), e ativação do medicamento com luz. Essa luz pode ser emitida por lâmpadas de LED de determinadas cores, ou mesmo ser a própria luz solar. O tratamento destrói a Ceratose Actínica seletivamente, causando pouco dano ao tecido normal, embora seja comum a ocorrência de dor, edema ou vermelhidão local durante o tratamento. Geralmente utilizada em áreas mais extensas, pode ser útil para tratar múltiplas lesões.

Atenção: Os tratamentos mencionados para a Ceratose Actínica, são de caráter informativo. Não se deve partir para a automedicação. Todas terapêuticas estão sujeitas a efeitos adversos. Somente um médico poderá confirmar o diagnóstico e escolher a terapia adequada para os Tratamentos Para Ceratose Actínica.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.