Alimentos Saudáveis Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Laringite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

NUTRIÇÃO - CRN6-MA 16199

Laringite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
Gostou do post? Avalie!

Laringite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Laringite é uma inflamação da laringe que faz com que a sua voz fique áspera ou rouca. A Laringite pode ser de curto prazo ou de longa duração (crônica). Diferentes condições podem causar inflamação que resultam em Laringite, como infecções virais e fatores ambientais.

O que é LaringiteOs sintomas comuns da Laringite incluem uma voz enfraquecida e uma tosse seca. Se um vírus causou a sua Laringite aguda (de curto prazo), os sintomas geralmente desaparecem sem tratamento dentro de sete dias.

A Laringite ocorre quando sua caixa de voz ou cordas vocais ficam inflamadas de uso excessivo, irritação ou infecção. A Laringite pode ser aguda (curto prazo), com duração inferior a três semanas. Ou pode ser crônica (longo prazo), que dura mais de três semanas.

Causas da Laringite: A Laringite aguda é causada pelo excesso de cabos vocais. Ou pode ser causada por uma infecção. O tratamento da condição subjacente faz com que a Laringite desapareça.

A Laringite crônica resulta da exposição prolongada a irritantes. E geralmente é mais grave e tem efeitos mais duradouros do que a Laringite aguda.

A Laringite aguda pode ser causada por:

A Laringite crônica pode ser causada por:

  • Exposição frequente a substâncias químicas ou alérgenos nocivos;
  • Refluxo ácido;
  • infecções freqüentes dos sínus;
  • Fumar ou estar em torno de fumantes;
  • Superando sua voz;
  • infecções de levedura de baixa qualidade causadas pelo uso freqüente de um inalador de asma.

O câncer, a paralisia das cordas vocais ou as alterações na forma do cordão vocal à medida que você envelhece também podem causar rouquidão persistente e dor de garganta.

Sintomas da Laringite: Os principais sintomas da Laringite incluem:

  • Voz enfraquecida;
  • Perda de voz;
  • garganta rouca e seca;
  • Cócegas constantes ou irritação menor da garganta;
  • Tosse seca.

Esses sintomas geralmente são leves e podem ser tratados, dando a sua voz uma pausa. A água potável ou outros fluidos não na cafeína podem ajudar a lubrificar a garganta.

Diagnósticos da Laringite: A Laringite afeta seus cabos vocais e caixa de voz. Seu médico geralmente começa com um diagnóstico visual, usando um espelho especial para ver seus cabos vocais. Eles também podem realizar uma laringoscopia para ampliar a caixa de voz para facilitar a visualização. Durante uma laringoscopia, seu médico cola um tubo fino e flexível com uma câmera microscópica através da boca ou nariz. O seu médico procura os seguintes sinais de Laringite:

  • Irritação;
  • Vermelhidão;
  • Lesões na caixa de voz;
  • Inchaço generalizado, um sinal de causas ambientais da Laringite;
  • Inchaço do fio vocal, que pode ser um sinal de que você usou demais seus cabos vocais.

Se seu médico vê uma lesão ou outra massa suspeita, eles podem pedir uma biópsia para descartar o câncer de garganta. Durante uma biópsia, seu médico remove um pequeno pedaço de tecido para que ele possa ser examinado em um laboratório.

Laringite

Tratamentos da Laringite: Se um vírus causou uma Laringite aguda, os sintomas geralmente desaparecem sem tratamento dentro de sete dias. Os médicos tratam a Laringite bacteriana com antibióticos, embora esta forma de Laringite seja rara.

Tratamentos Para Aliviar o Sintomas da Laringite: Seu médico pode prescrever corticosteroides, medicamentos que podem reduzir a inflamação, para tratar Laringite aguda e crônica.

Esses tratamentos ajudam a reduzir o inchaço da corda vocal e da caixa de voz. Os corticosteroides podem tratar e aliviar sintomas de Laringite, especialmente Laringite viral aguda. Para a Laringite crônica, o melhor tratamento abordará a causa do problema subjacente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.