Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Brenda Lima

Degeneração Cerebelar – O que é, Causas e Tratamentos

Degeneração Cerebelar – O que é, Causas e Tratamentos
5 (100%) 5 vote[s]

Degeneração Cerebelar – O que é, Causas e Tratamentos adequados para esta condição. Além disso, a Degeneração Cerebelar é um processo no qual os neurônios (células nervosas) no cerebelo – a área do cérebro que controla coordenação e equilíbrio – deterioram-se e morrem.

Em outras palavras a Degeneração Cerebelar é a degeneração de nervos na parte do cérebro chamada cerebelo que controla equilíbrio e coordenação muscular. Doenças que causam Degeneração Cerebelar também podem envolver outras áreas do sistema nervoso central, incluindo a medula espinhal, medula oblongada, córtex cerebral e tronco cerebral.Degeneração CerebelarA Degeneração Cerebelar pode ser o resultado de mutações genéticas hereditárias que alteram a produção normal de proteínas específicas que são necessárias para a sobrevivência dos neurônios. Em alguns casos, a doença é aquática (não é hereditária ou não genética).

Esta síndrome caracteriza-se por desordens neurológicas e ataxia cerebelares autossômicas recessivas e envolvem tanto o sistema nervoso central como o periférico e, em alguns casos, outros órgãos e sistemas, provocando dificuldades psicomotoras e dificuldades de marcha ou de andar. Caracteriza-se pela degeneração ou desenvolvimento anormal do cerebelo e da medula espinhal e, em maioria dos casos, o início precoce ocorre antes da idade de 20 anos.

Existem dois tipos de Degeneração Cerebelar subaguda: Degeneração Cerebelar paraneoplásica, que às vezes precede o diagnóstico de câncer e Degeneração Cerebelar alcoólica ou nutricional, causada pela falta de vitamina B-1 (tiamina).

O sintoma mais característico da Degeneração Cerebelar é uma caminhada ampla, instável e inclinada, muitas vezes acompanhada por um tremor de um lado a outro no tronco do corpo. Outros sintomas podem incluir o movimento lento, instável e espasmódico dos braços ou pernas, a fala mais lenta e estriada e o nistagmo – movimentos rápidos e pequenos dos olhos.

Causas da Degeneração Cerebelar: As causas da Degeneração Cerebelar são as seguintes:

A Degeneração Cerebelar paraneoplásica pode ser uma desordem auto-imune. Os distúrbios auto-imunes são causados ​​quando as defesas naturais do corpo contra organismos “estrangeiros” ou invasores (por exemplo, anticorpos) começam a atacar o tecido saudável por razões desconhecidas.

Nos casos em que há um câncer subjacente, o sistema imunológico do indivíduo pode estar respondendo à sua presença estimulando os mecanismos naturais de combate ao câncer do corpo (células T, que são um tipo de glóbulo branco) para atacar células normais no nervoso sistema.

A Degeneração Cerebelar alcoólica / nutricional está associada à deficiência de tiamina. A deficiência secundária de tiamina resulta de requisitos acrescidos para a tiamina, e da absorção prejudicada ou da utilização prejudicada da vitamina.

Os alcoólatras tendem a comer mal e podem não ter suficientes alimentos contendo tiamina. Além disso, eles parecem absorver ou utilizar a vitamina de forma menos eficiente e, portanto, podem exigir quantidades maiores do que o normal de tiamina.

Sinais e Sintomas da Degeneração Cerebelar: Os sintomas comuns de Degeneração Cerebelar subaguda incluem:

Coordenação muscular enfraquecida (ataxia) dos membros (especialmente dos braços na Degeneração Cerebelar paraneoplásica e das pernas em Degeneração Cerebelar alcoólica ou nutricional);

Problemas na articulação da fala (disartria), que são especialmente visíveis na Degeneração Cerebelar paraneoplásica;

Dificuldade em deglutição (disfagia);

Perda de razão (demência); Isso ocorre em aproximadamente metade dos pacientes com Degeneração Cerebelar paraneoplásica;

Sintomas da Degeneração Cerebelar

Movimentos rápidos involuntários do globo ocular em direção horizontal ou vertical (nistagmo); Bem como visão dupla (diplopia), vertigem (tonturas), paralisia dos músculos do olho (oftalmoplegia) e dificuldade em caminhar se o paciente tiver Degeneração Cerebelar alcoólica/nutricional.

  • Nistagmo (movimentos rápidos e pequenos dos olhos);
  • Descoordenação motora;
  • Problemas de deglutição;
  • Movimentos lentos;
  • Desequilíbrio;
  • Tremores do tronco;
  • Fala lenta e arrastada.

Tratamento da Degeneração Cerebelar: A principal medida terapêutica na Degeneração Cerebelar paraneoplásica é o tratamento da neoplasia de origem, com remoção do tumor. Entretanto, relatos de casos descrevem estratégias como o emprego de plasmaférese, ciclofosfamida, rituximabe ou glicocorticoides, com o objetivo de diminuir a resposta imune. Porém, os resultados dessas estratégias costumam ser insatisfatórios.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Me chamo Brenda Lima, formada em enfermagem pela EEFTESM do Rio de Janeiro desde 2016. Há alguns anos comecei a dedicar-me a produzir conteúdo no Site Dicas de Musculação para ajudar as pessoas que sofrem com uma diversidade de doenças que são oriundas da Má Alimentação. Acredito que o segredo da boa saúde é o equilíbrio, e através da boa alimentação é possível manter um corpo saudável e viver com melhor qualidade de vida.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.