Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Ana Karolynne Goncalves

Anemia Hemolítica – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

NUTRIÇÃO - CRN6-MA 16199

Anemia Hemolítica – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
Gostou do post? Avalie!

Anemia Hemolítica – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Anemia Hemolítica é a condição na qual o organismo não possui glóbulos vermelhos em quantidade suficiente. Os glóbulos vermelhos são responsáveis por fornecer oxigênio para os tecidos do corpo.

Anemia HemolíticaEm pessoas saudáveis, os glóbulos vermelhos duram por cerca de 120 dias antes de serem descartados pelo organismo. Na Anemia Hemolítica, os glóbulos vermelhos no sangue são destruídos antes do tempo normal, sem dar tempo de serem repostos pela medula óssea.

Causas da Anemia Hemolítica: A Anemia Hemolítica acontece quando a medula óssea não é capaz de repor os glóbulos vermelhos que estão sendo destruídos. A Anemia Hemolítica também tem sua forma autoimune, que ocorre quando o sistema imunológico identifica erroneamente seus próprios glóbulos vermelhos como corpos estranhos, desenvolvendo anticorpos que atacam as hemácias, destruindo-as muito prematuramente.

O organismo também pode destruir os glóbulos vermelhos devido a certos defeitos genéticos que fazem com que os glóbulos vermelhos assumam formas anormais (como a anemia de células falciformes e Anemia Hemolítica devido à deficiência de G6PD).

Sintomas da Anemia Hemolítica: Nem sempre a Anemia Hemolítica apresenta sintomas. Se o problema se desenvolver lentamente, os primeiros sintomas podem ser:

  • Mal humor
  • Fraqueza ou cansaço mais frequente que o normal, ou com exercícios
  • Dores de cabeça
  • Problemas de concentração ou raciocínio

Se a anemia piorar, podem aparecer os seguintes sintomas:

  • Coloração azul no branco dos olhos
  • Unhas frágeis
  • Tontura leve ao levantar-se
  • Palidez da pele
  • Falta de ar
  • Língua dolorida

Diagnósticos da Anemia Hemolítica: O exame de sangue pode ser capaz de diagnosticar a Anemia Hemolítica. Os médicos suspeitam de aumento da destruição de glóbulos vermelhos quando um exame de sangue mostra uma elevação do número de glóbulos vermelhos imaturos (reticulócitos). Alternativamente, um exame de sangue pode revelar aumento da quantidade de uma substância chamada bilirrubina e uma redução de uma proteína chamada haptoglobina.

A Anemia Hemolítica é confirmada como a causa quando exames de sangue detectam aumento da quantidade de certos anticorpos, seja aderidos aos glóbulos vermelhos (antiglobulina direta ou teste de Coombs direto) ou na porção líquida do sangue (antiglobulina indireta ou teste de Coombs indireto). Outros testes, às vezes, ajudam a determinar a causa da reação autoimune que está destruindo os glóbulos vermelhos.

Anemia HemolíticaTratamentos da Anemia Hemolítica: O tratamento para Anemia Hemolítica pode envolver a remoção cirúrgica do baço, a administração de corticosteroides, como a prednisona, ou drogas imunossupressoras, como a ciclosporina e ciclofosfamida, por exemplo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Sobre o autor | Website

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão(UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão(UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.